Shawol Brazil

Fórum brasileiro dedicado ao SHINee


    Lovin' You ; JayMin ; Livre

    Compartilhe
    avatar
    Leatherplaid
    Admin
    Admin

    Mensagens : 4493
    Idade : 24
    Localização : SM Town

    Lovin' You ; JayMin ; Livre

    Mensagem por Leatherplaid em Sex Out 28, 2011 7:26 pm

    Título: Lovin' You
    Autor: Leatherplaid
    Censura: Livre
    Casal: JayMin ; YooMin
    Genero: Romance, Drama, CrossOver (Co-ed & D-NA)
    Andamento: Completa

    Eu estava recostado em um dos espelhos da sala de dança, bebendo uma garrafa de água enquanto observava o garoto com quem eu ensaiava antes. Ele era mais novo que eu, e mesmo assim dançava bem. Realmente bem. Mas isso era motivo para eu ficar assim? Dei o ultimo gole na água, jogando a garrafa de plástico vazia no lixo, passando a mão por minha testa em seguida.
    -Podemos voltar a ensaiar, SungMin? –perguntei levantando uma sobrancelha, como se a resposta fosse obvia. O menor bufou cansado, se levantando de onde estava. Estávamos ensaiando por quase onze horas, parando apenas para almoçar, beber água e ir ao banheiro. Queria que tudo saísse perfeito.
    -Sim, Hyung. –sorriu infantil, colocando-se em sua posição. Liguei a música, começando a dança. Nossos olhares conectados, como se aquilo realmente fosse necessário. Talvez fosse, mas não para a música. Eu não conhecia muito o menor, mas o pouco que eu conhecia me encantava. Ele tinha uma banda, que debutaria em menos de um mês. Isso era bom, certo? Mas isso era o de menos.
    –Hyung, você errou. –riu fofo, caindo de joelhos no chão.
    -E como você pode saber se eu errei? –resmunguei.
    -Poxa, agora era sua vez de continuar a dança, mas você continuou parado! –respondeu com um grande bico no rosto. Olhei para o relógio.
    -Vamos jantar, descansamos e depois ensaiamos mais um pouco, ok?
    -Pra mim está ótimo, Hyung! –se levantou na hora, sorridente. Bufei. Por que diabos eu gostava tanto desse... Estranho? Digo, conheço ele não tem uma semana, e isso porque nos conhecemos graças a uma apresentação que faremos no Star King. Quer algo pior? O namorado do mais novo entrou na sala, cheio de sacolas. Isso era pior.
    -Trouxe algo para vocês comerem. E pelo visto cheguei na hora certa, hum? –sorria largo, apoiando as sacolas no chão, se sentando. Sorri amarelo, enquanto SungMin corria para os braços de YooSung. Me sentei perto dos dois, pegando a minha parte da comida, enquanto os outros dois faziam o mesmo.
    -YooSung Hyung, você podia ficar e assistir aos ensaios. Estamos ficando bons nisso, não é, Jay Hyung? –perguntava sorridente, comendo. Dei de ombros, desviando o olhar. Ver os dois assim me deixava... Incomodado. Olhei para a minha parte da comida, ainda cheia. Aquilo realmente não me apetecia. Levantei na hora.
    -O que houve, Jay? Não gosta? –perguntou YooSung. Murmurei um “não”, pegando minha carteira dentro da minha mochila.
    -Mas é tão gostoso, Hyung! –tentou SungMin, olhando-me com seus olhos pidões.
    -Então pode ficar pra você. Eu não gosto. Vou comprar algo que eu goste, e depois eu volto. –resmunguei por fim, saindo do lugar.

    --
    Me sentei em uma lanchonete, pegando qualquer coisa para comer. Realmente, o que YooSung tinha levado era melhor do que isso, mas eu não agüentaria ficar ali. Dei uma mordida naquele sanduiche nojento, fazendo uma careta em seguida. O que eu não fazia para esquecer que eu estava apaixonado... Por um rapaz... Desconhecido.
    Fechei os olhos, lembrando do primeiro dia de ensaio.

    -Vai, me mostra o que você sabe. –resmunguei ligando o radio, recostando no espelho em seguida. O rapaz tímido apenas assentiu com a cabeça, começando a dançar. Ele realmente era bom, seria fácil trabalhar com ele. Desliguei a música, fazendo-o me olhar incerto.
    -Está ruim? –perguntou hesitante.
    -Você é bom. –sorri. –Agora só precisamos pensar em uma música que a coreografia sai fácil.
    -Oh, e que tal essa, Hyung? –pegou o celular, colocando uma música.
    -Essa é boa. Mas acho que sei uma melhor. –fui até minha mochila, revirando os CD’s ali.-Escuta essa. –coloquei a música para tocar. O menino sorriu.
    -Essa é melhor, Hyung!-respondeu animado. Me levantei.

    Pouco tempo e a coreografia em dupla estava pronta, e estávamos ensaiando novamente. Um de frente para o outro, como tinha sido o combinado.
    -SungMin, se você está dançando comigo, e está de frente para mim, não pode ficar olhando para a mosca que está passando. Você olha pra mim, nos meus olhos.
    -Oh... Desculpa, Hyung. –sorriu envergonhado, me obedecendo.Voltamos para o inicio da música, ele me olhando nos olhos, e eu retribuindo. Espera... Desde quando ele tem olhos tão bonitos? Ok, não inventa, Jay.
    -Ok acho que está bom por hoje. –resmunguei me jogando no chão, cansado. Ele se sentou ao meu lado.
    -Mas Hyung, teríamos uma dança solo também, não teríamos?
    -Sim... Essa cada um ensaia sozinho. Assim fica sendo surpresa. Ok? –perguntei sorrindo gentil. O mais novo retribuiu.
    -Então farei uma dança ótima, e te deixarei muito surpreso! –respondeu animado, se levantando. –Ah... Hyung... Posso... Posso tirar uma foto contigo? –perguntou amigável. Dei de ombros, me levantando.
    -Claro!


    Me levantei assim que acabei meu lanche, voltando para a sala de ensaios. Nenhum dos dois estava ali, porém o casaco e a mochila do mais novo estavam ali ainda. Deveriam estar ensaiando a apresentação individual. Bufei, sentando no chão, voltando a revirar os meus CD’s. Três dias para a apresentação no Star King, e eu não tinha nem escolhido a música. Desde quando eu era louco por alguém, que não fosse o Key. Sim, eu tinha admiração pelo cantor do SHINee eu... Eu queria ser ele.
    Achei um CD, enfiado no fundo da mochila. Sorri fraco, ao ver o nome das faixas, correndo colocar no rádio, cantarolando um pedaço. Mas desde quando eu gostava dessa música? Ah sim, desde o dia em que SungMin me avisou que gostava dessa música, citando outra faixa desse mesmo CD, que eu tinha gravado em casa. Pera... Isso... Isso era perfeito! Peguei o CD dentro do rádio, procurando pelo prédio por alguém que pudesse me ajudar.

    --

    Os três dias tinham passado rápido, e minha apresentação estava pronta. Tanto a individual, quanto a em dupla.
    Hoje seria o dia da apresentação, e aquilo me desanimava. Afinal, depois de hoje, SungMin não teria mais a obrigação de me ver. Olhei meu reflexo pelo espelho, percebendo que o menor se aproximava já pronto. Ele usava um casaco de cozinheiro, com um avental vermelho e uma calça branca.
    -Hyung, Hyung! –chamava animado, sorridente. Retribui com um sorriso fraco. –Você pode me fazer um favor?
    -Oh... Posso... O que é?
    -Você pode ficar segurando esse boné pra mim? –perguntou fofo, entregando-me o objeto.
    -Claro... Mas... Por que? Não combina com sua roupa de cozinheiro. –comentei, fazendo o menor rir. Tão encantador.
    -Eu sei que não combina, mas faz parte da apresentação!
    -Ok, ok. –bufei, rindo em seguida. O menor sorriu largo, me abraçando.
    -Obrigado, Hyung! –agradeceu animado. Senti um arrepio percorrer por meu corpo, e eu não conseguia retribuir. Tudo que eu queria fazer agora era chorar.
    -De... De nada.
    -O que houve, Hyung? –perguntou preocupado, me soltando.
    –Você parece triste...
    -É só a ansiedade. Logo passa. –menti, ouvindo o staff nos chamar. O menor iria começar a andar, quando eu o segurei. –Ah sim, SungMin... A minha apresentação de hoje... É dedicada a você. –confessei, envergonhado.
    -Mal espero para ver, Hyung! –sorriu fofo, saindo de perto de mim. Bufei tristonho, forçando um sorriso em seguida, indo para o palco.

    --

    Logo as gravações acabaram, e eu corri para o camarim. Por que diabos eu tremia tanto? Digo, eu sei, já tinha acabado, SungMin não precisaria mais me encontrar, nunca mais iríamos nos ver, mas por que eu não conseguia me controlar? Me joguei sentado no sofá do camarim, ainda tremendo, chorando, chorando muito. Você tem que ficar calmo, Jay. O mais novo apareceu um tempo depois, correndo em minha direção.
    -Está tudo bem contigo, Hyung? –perguntou preocupado. Desviei o olhar, tentando inutilmente parar de chorar.
    -É o nervoso, SungMin... Não se preocupa... Isso sempre acontece. –menti. Eu não poderia falar a verdade... Por mais que eu tivesse expressado, mesmo que pela dança. –O que... O que você achou da minha apresentação?
    -Eu amei, Hyung. Amo aquelas músicas que você dançou! –sorriu fofo.
    -Bem... Pelo menos você vai ter uma boa recordação de mim... –resmunguei. –Espero que você fique bem... –passei a mão pelo cabelo do menor.
    -Eu vou ficar bem, Hyung... –respondeu incerto.
    -Posso... Posso te pedir uma ultima coisa... Antes de você ir embora, cuidar da sua banda? –perguntei incerto. Outro assentiu com a cabeça. –Posso... Posso ao menos ter... Um beijo seu? –pedi envergonhado. O menor parou para pensar um pouco, sentando ao meu lado.
    -Mas... Por que você quer isso, Hyung?
    -Por que eu cometi o maior erro da minha vida, SungMin... Eu me apaixonei por alguém que mal conheço... Eu... Eu me apaixonei por você. –confessei sentindo as lágrimas voltarem para meus olhos. O mais novo parecia surpreso, assustado. Ele apenas se levantou, saindo do camarim. Eu deveria imaginar que seria assim. Deitei no sofá, pegando meu celular. A imagem do fundo, aquela foto que tiramos juntos... Por que não podíamos ficar juntos? Afundei meu rosto em uma almofada, me rendendo ao choro preso.

    --

    E lá estava eu, de volta a sala de ensaio em que eu e SungMin costumávamos passar os dias. Hoje completariam exatamente 4 meses desde a apresentação no Star King, e a banda dele tinha acabado de fazer uma pausa, para começar a preparar o comeback de fevereiro.
    Sentei-me no chão, recostando as costas em um dos espelhos. Eu costumava ficar aqui, sempre que me sentia muito sozinho. Não que isso melhorasse, mas ficar ali me fazia lembrar dos dias que passei com SungMin... Dias que nunca mais voltariam. Fechei os olhos, cantarolando.
    - “Por que amar você fez minha vida ficar linda. E todo dia da minha vida é ocupado por amar você.” –cantarolei, ouvindo em seguida alguém continuar a música. Aquela voz... Olhei surpreso para a porta, e lá estava SungMin parado, olhando-me hesitante, mordendo o lábio inferior. –O-o que você está fazendo aqui? –perguntei surpreso.
    -Eu... Eu terminei com o YooSung, e... –abaixou o rosto. –Espero que você ainda me ame... Pois vim confessar que... Eu te amo, Hyung... Desculpa... Desculpa não perceber isso antes...
    -SungMin... Você... Você ta falando sério? –perguntei me levantando. Ele apenas assentiu com a cabeça, enquanto eu corria o abraçar. –Eu nunca deixaria de te amar. –respondi, segurando o rosto do outro, dando-lhe um beijo calmo. O dia mais feliz de minha vida.

    Amar você é mais do que um sonho realizado. E tudo o que eu faço é pelo amor que sinto por você.




    SIOAUDIO Sorry por esse lixo Q Mas eu precisava escrever isso 8D q







    Twitter - LastFM - Tumblr - Facebook - MDL - Me2Day

    Comentários nos ajudam a melhorar. Não tenha vergonhe, expresse sua opinião!

      Data/hora atual: Qua Nov 22, 2017 10:54 pm